PATRIMÔNIO

As análises científicas realizadas por métodos físicos e químicos em obras de arte e patrimônio cultural são de enorme interesse para restauradores, conservadores, arqueólogos e historiadores, pois permitem obter informações das obras sobre seus processos criativos e de manufatura, o estado de conservação, desenhos escondidos, materiais utilizados, etc. Estas informações podem ajudar nas avaliações e tratamentos para o processo de conservação, restauro, autenticidade, etc .

 

Os métodos de análise aqui utilizados abrangem processos de imageamento e técnicas atômico nucleares para identificação de material orgânico e inorgânico. Além disso, as análises são realizadas "in situ", ou seja, no local, não havendo necessidade de retirada das peças dos museus e acervos.
 

As técnicas analíticas utilizadas nos estudos são não destrutivas, pois não há retirada de amostras, fato relevante pelos elevados valores históricos culturais das obras.

Lista de técnicas utilizadas:

  • Fotografia

  • Fotografia com luz rasante

  • Fotografia com luz transmitida

  • Fotografia de fluorescência no ultravioleta

  • Reflectografia no infravermelho

  • Reflectografia no infravermelho com luz transmitida

  • Radiografia digital

  • Espectrometria de fluorescência de raios X (XRF)

  • Espectroscopia Rama

  • Espectroscopia no infravermelho com transformada de Fourier (FTIR)

Projetos desenvolvidos com:

Núcleo de Apoio a Pesquisa de Física Aplicada ao Estudo de Patrimônio Artístico e Histórico (NAP-FAEPAH)

Instituto de Física, USP

http://www.usp.br/faepah

pecamposphoto@gmail.com  Tel: +55 11 9-5655-9952

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
lattes.jpg

© 2018 por Pedro Campos